No Banner to display

Notícias
SPAT: Punks escoceses tocaram em Curitiba com S.O.S. Chaos e mais três bandas locais
Demian, vocalista do SPAT

Demian, vocalista do SPAT

Rolou no último sábado, primeiro de fevereiro, no TNT Bar, o show da banda punk escocesa Spat, que contou ainda com a presença das bandas curitibanas: S.O.S. Chaos, Traditional Disorder, Os Piolhentos e Domperidhona.

A noite começou com a Traditional Disorder, que mostrou músicas consistentes e bem trabalhadas, que se encontram em algum lugar entre o thrash e o punk e impressionou quem ainda não conhecia. Muito do que se chama de crust também pode ser notado no som dos caras.

En seguida foi a vez do Domperidhona, power trio que conta com o veterano Wallace, guitarrista do Ovos Presley na bateria. Com som bem cru e minimalista e vocais femininos, a banda mostrou um seu punk rock com letras influenciadas pelo psychobilly, apesar de o som em sí não seguir essa linha.

A terceira banda foi a S.O.S. Chaos, que apesar de ter sofrido no início de seu show com alguns problemas técnicos, logo resolveu a situação e desceu a madeira no seu brutal punk influenciado pelo lado mais violento da vertente européia, formada por bandas como: Varukers e Exploited. Tocaram na íntegra seu primeiro EP recém lançado e mais algumas composições ainda não registradas. Dois convidados fizeram parte do show: Danmented (Imperious Malevolence) na faixa “Ato Cruel” e Max (Survive) em “Kriptonita”. Pauleira das boas.

Os Piolhentos to caram na sequência. Os caras fazem um som na linha dos grandes Garotos Podres, influência que p/õde ser notada tanto no vocal e letras, como no instrumental, que atualmente conta com a batera d’As Diabatz, Clau Sweet Zombie em sua formação.

Pra fechar a noite, o Spat, que veio direto da Escócia para Curitiba, mostrou um punk rock bem tradicional, que em poucos momentos deixava à mostra resquícios de ska, influência sempre presente nas bandas punk européias. Apesar de desconhecida aqui no Brasil, a banda realizou um show enérgico e agitado, com boas músicas, sem parar de agitar um minuto sequer.

Proximo Evento

No Banner to display